Início » Crime na ilha: Homem teria matado ex por não aceitar divisão de bens

Crime na ilha: Homem teria matado ex por não aceitar divisão de bens

por Redação

Preso na manhã de terça-feira (21), após matar a ex-mulher a tiros na entrada da Gameleira, na ilha de Vera Cruz, o suspeito teria cometido o crime por não aceitar a divisão de bens e o divórcio, proposto pela vítima.

Maria José Vieira Pinto, de 56 anos, foi morta com três tiros. Segundo a defesa da família da vítima, que concedeu entrevista à Record TV Itapoan, uma petição de divórcio consensual, com divisão de bens, aconteceria no mesmo dia da morte, na terça (21), para que os dois iniciassem o processo de separação.

O suspeito, contudo, não teria aceitado o divórcio e a divisão de bens, decidindo matar Maria José.

No dia do crime, o homem foi contido pela população enquanto tentava fugir após assassinar a ex. Maria José chegou a ser socorrida para o Hospital Geral de Itaparica, onde não resistiu aos ferimentos.

O suspeito do crime foi preso pelo 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM) até a Delegacia Territorial de Vera Cruz

Policiais militares do 23ª Batalhão conduziram o suspeito a, onde segue a disposição da justiça. A arma do crime também foi apresentada na unidade policial e seguirá para a perícia.

Veja também